Portal de Indaiatuba

Quinta-feira, 25 de Julho de 2024
Rádio Jornal
Rádio Jornal

Notícias Economia

Fato ou fake: como é a vida de um freelancer remoto

Especialista desmistifica quatro concepções que ainda persistem sobre o trabalho freelancer

Fato ou fake: como é a vida de um freelancer remoto
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A vida freelancer é uma opção cada vez mais popular para quem busca flexibilidade e liberdade profissional. De acordo com o relatório 'Freelancing in America', de 2020, 59% dos trabalhadores independentes optaram por seguir essa modalidade devido ao privilégio de definir seus próprios horários e projetos. Já em 2023, o mesmo estudo indicou que 75% desses profissionais estão altamente satisfeitos com o formato de trabalho remoto, destacando que a possibilidade de trabalhar em qualquer lugar é um dos principais motivadores da escolha. 

"Além da maior flexibilidade na rotina, ser freelancer é uma excelente opção para aqueles que buscam uma maior rentabilidade em sua área de atuação, com a vantagem de realizar vários serviços para diferentes clientes nacionais ou até de outros países, sem sair de casa", comenta Samyra Ramos, especialista de marketing da Higlobe, solução de pagamentos para freelancers e contratados brasileiros que trabalham remotamente para empresas dos EUA.

Embora esteja se popularizando, ainda é comum ter muitas dúvidas em relação à escolha de se tornar um freelancer. Com o objetivo de esclarecer o tema, a executiva responde quatro afirmações, entre mitos e verdades, sobre o modelo. Confira:

1- Freelancers podem trabalhar de qualquer lugar do mundo 

Verdade. Se estivermos falando de uma função remota, uma das grandes vantagens de ser freelancer é a capacidade de trabalhar em qualquer lugar do mundo, a partir de uma conexão estável com a internet. Com a grande oferta de plataformas de trabalho remoto, é possível se conectar com clientes e realizar projetos independentemente da sua localização. Essa liberdade geográfica permite que os freelancers aproveitem a flexibilidade e busquem oportunidades em diferentes países.

2- Freelancers devem ter um horário fixo de trabalho

Mito. Na maioria dos casos, os freelancers têm a flexibilidade de horário de trabalho, desde que cumpram os prazos propostos pelos clientes. Isso significa que podem definir seu próprio cronograma de acordo com suas necessidades pessoais e profissionais. No entanto, é importante lembrar que a disciplina e a organização são fundamentais para garantir a conclusão dos projetos dentro da data limite.

3- Os freelancers não tem acesso a nenhum benefício trabalhista  

Mito. Embora os benefícios não sejam iguais aos tradicionais da CLT, como plano de saúde e férias remuneradas, eles têm outras vantagens. A liberdade de escolher seus clientes e projetos, definir suas próprias taxas e manter uma maior autonomia em relação ao trabalho podem ser fatores suficientes para a tomada de decisão. Além disso, se o profissional optar por receber os seus pagamentos como MEI ou ME e pagar todos os tributos terá acessos aos benefícios trabalhistas da categoria, como auxílio-doença, auxílio-maternidade, dentre outros.  

4- Freelancers sempre ganham menos que um CLT 

Mito. Embora a renda de um freelancer possa variar de mês para mês, isso não significa necessariamente que eles não possam ter uma renda estável e ganhar muito bem. Com organização financeira, construção de uma rede de contatos contínua e busca de clientes regulares, os freelancers podem garantir uma fonte de renda constante. Além disso, é possível ter clientes em outros países e ganhar em moeda estrangeira – você pode usar a Higlobe como método de recebimento dos seus pagamentos em dólar no Brasil – o que pode aumentar significativamente a sua renda mensal.

Sobre Higlobe, Inc.

A Higlobe, Inc. é uma empresa de tecnologia financeira que veio revolucionar o mundo dos pagamentos internacionais. Foi fundada em 2020 por Teymour H. Farman-Farmaian e Jeff Bolton, que usaram suas experiências globais para construir uma solução de transferência de pagamento internacional com operações rápidas e sem taxas de transação. Os investidores da Higlobe incluem Battery Ventures, TTV Capital, FjLabs, Reciprocal Ventures, Raptor Group e o empresário Gokul Rajaram.  

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!