Portal de Indaiatuba

Quarta-feira, 24 de Julho de 2024
Rádio Jornal
Rádio Jornal

Colunas/BUSINESS NEWS RMC

Distrito Turístico Serra Azul vai receber R$ 2,8 bi em novos investimentos privados

A ampliação das opções de lazer e hotelaria se deve ao forte crescimento do movimento nos últimos anos.

Distrito Turístico Serra Azul vai receber R$ 2,8 bi em novos investimentos privados
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Formado por quatro municípios: Itupeva, Vinhedo, Louveira e Jundiaí, o Distrito Turístico Serra Azul projeta receber R$ 2,8 bilhões em novos investimentos privados para incrementar as atrações e receber turistas de todo o país. A região, onde estão os parques de diversões Wet’n Wild e Hopi Hari, vai receber nos próximos três anos três novos hotéis, um autódromo, o Adventure Mall (um mix de parque temático e shopping center, com tema de esportes e aventura) e a ampliação da hípica local.

A ampliação das opções de lazer e hotelaria se deve ao forte crescimento do movimento nos últimos anos. A região dos parques recebe mais de 10 milhões de visitantes por ano, segundo a Secretaria de Turismo e Viagens do Estado de SP.´

Esse volume de turistas já vem despertando o interesse de grupos empresárias nos últimos anos, especialmente após a pandemia. Cerca de R$ 700 milhões foram investidos na construção do segundo resort da região, o Cyan Resort), um clube de golfe, em fase de construção, além da expansão do Outlet Premium.

O Serra Azul tem sido um exemplo inspirador e, seguindo esta mesma essência, há ainda a proposta do Distrito Turístico da Mantiqueira Paulista, e o de Santos, em análise pela Comissão de Distritos Turísticos na Secretaria”, afirma o secretário Roberto de Lucena, de Turismo e Viagens de SP.

Além dos investimentos privados, o Distrito também deverá ganhar em breve outros dois projetos de Distrito Turístico, como o Portal da Mata Atlântica e o Centro Histórico da capital, em fase final de criação e homologação.

Mercado de imóveis usados em alta na região de Campinas

Com taxas de juros elevadas e restrições na concessão de crédito imobiliário para aquisição de imóveis novos ou na planta, moradores da região de Campinas investiu forte na aquisição de imóveis residenciais usados. É o que aponta um estudo divulgado pelo CreciSP.

Em novembro do ano passado, esse mercado teve uma alta de 10,11% nas vendas em comparação com o mês anterior. A preferência dos compradores foi por apartamentos, com alta 76%, enquanto que a comercialização de casas registrou um volume de crescimento na ordem de 23,5%.

O levantamento da entidade revela, ainda que as locações foram na contramão: com quedas expressivas: as casas e apartamentos apresentaram retrações de 46,7% e 53,3%, respectivamente.

No acumulado do ano passado – de janeiro a novembro – o CRECISP contabiliza um aumento acumulado nas vendas de 95,28% e um crescimento nas locações de 213,94%.

CURTAS

Exportações em alta...

Mesmo com as oscilações do mercado internacional e a retração de vendas em alguns países, as empresas brasileiras instaladas na região continuam faturando com as exportações de produtos. Em outubro, o volume exportações da cidade de Campinas registraram alta de 7,93%. No acumulado de 12 meses, as vendas para o exterior tiveram um aumento de 15,09%.

Importações também registram crescimento

Por outro lado, o volume de produtos importados na cidade também teve elevação, mais em menor ritmo: 5,81%. As participações nas importações e exportações de Campinas no estado de São Paulo no mês de outubro do ano passado foram de 4,85% e 1,39%, respectivamente, a maior desde 2020.

Vagas temporárias puxam alta de novos empregos em novembro.

As vagas temporárias para as festas de final de ano impulsionaram as contratações no mês de novembro na Região Metropolitana de Campinas (RMC). Segundo o Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), foram criadas no penúltimo mês do ano passado 3.424 novas vagas com carteira de trabalho.

Agência completa 18 anos com 53% de crescimento

Com uma carteira de 16 clientes no Brasil, a Mapple Comunicação, de Campinas, acaba de completar a maioridade. Fundada em dezembro de 2005, a agência publicitária fechou 2023 com expressivo crescimento de 53% em faturamento, na comparação com o ano anterior e cinco novos clientes. A meta da empresa é dobrar o seu faturamento em 2024.

 

 

 

Comentários:
Business News RMC

Publicado por:

Business News RMC

Coluna editada pelo jornalista Marcelo Oliveira sobre economia na Região Metropolitana de Campinas.

Saiba Mais

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!