Portal de Indaiatuba

Quinta-feira, 25 de Julho de 2024
Rádio Jornal
Rádio Jornal

Notícias Cidade

CPFL Piratininga alerta para os riscos de soltar fogos  de artifício próximo à rede elétrica  

Artefatos pirotécnicos, ainda que silenciosos, podem gerar interrupções no fornecimento de energia e acidentes graves  

CPFL Piratininga alerta para os riscos de soltar fogos  de artifício próximo à rede elétrica  
O alerta de segurança da CPFL Piratininga também vale para outras épocas do ano
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando
 

É tempo de reunir a família e os amigos para celebrar o início de um novo ciclo, mas para que a festa de Ano Novo aconteça de forma segura e sem sustos, as comemorações precisam incluir atenção redobrada com fogos de artifício. Sua versão com estampido, inclusive, é atualmente proibida no Estado de São Paulo e em várias cidades brasileiras. Preocupada com a segurança da população, a CPFL Piratininga, por meio de seu programa permanente Guardião da Vida, faz alguns alertas sobre os riscos de fazer queima de artefatos pirotécnicos, ainda que silenciosos, próximo a postes e cabos de energia.  

"As tradicionais chuvas de prata e de cores são aguardadas por muita gente nessa época, mas é preciso cautela e responsabilidade no manuseio e na soltura, principalmente perto da rede elétrica, para evitar acidentes, que podem ser graves", alerta Marcos Victor Lopes, gerente de Saúde e Segurança Trabalho da CPFL Energia. "Além do próprio risco físico tanto para quem acende o artefato, quanto para pessoas e animais que estejam próximos, um objeto desses, manipulado de forma inadequada, pode atingir a fiação e afetar o fornecimento de energia, comprometendo até mesmo o atendimento de serviços essenciais, como hospitais e abastecimento de água", acrescenta.  

O alerta de segurança da CPFL Piratininga também vale para outras épocas do ano. Segundo o Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DataSUS), em 2022 foram registradas 346 internações hospitalares por ferimentos resultantes da queima de fogos de artifício no Brasil. Neste ano, de janeiro a outubro, foram mais 283 casos.  

Alertas importantes  

  • Antes de planejar o uso de artefatos de pirotecnia, consulte a legislação local.   

  • Na hora da compra, observe se o produto é certificado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e se a loja é autorizada a comercializá-lo.  

  • O manuseio deve ser feito por adultos e seguindo rigorosamente as instruções contidas na embalagem. Lembre-se: qualquer improviso pode ser fatal.  

  • Procure não montar as baterias de fogos ou mesmo soltar esses artefatos próximos das redes elétricas, sejam elas residenciais ou públicas, evitando a proximidade com equipamentos como transformadores. O risco de um curto-circuito ou incêndio causados pelos fogos é grande.  

  • A queima deve ser feita em áreas livres e abertas, longe da fiação elétrica e seus equipamentos, bem como de árvores ou vegetação.   

  • Outras pessoas e animais de estimação também devem manter distância do praticante, no momento da soltura, pois mesmo as versões sem estampido não estão isentas do risco de queimaduras. Caso o artifício falhe, não tente reaproveitá-lo e sempre deixe pelo menos um balde com água próximo, para casos de necessidade.  

  • A CPFL acredita que a segurança é um valor que deve ser compartilhado por todos. Por isso, a empresa investe na conscientização da sociedade sobre os riscos da eletricidade, por meio do Guardião da Vida, programa permanente da empresa, disponível no
    https://guardiaodavida.com.br/.   

Sobre a CPFL Energia 

A CPFL Energia está há 111 anos no setor elétrico e atua nos segmentos de distribuição, geração, transmissão, comercialização e serviços. Desde 2017, o Grupo faz parte da State Grid, estatal chinesa que é a terceira maior organização empresarial do mundo e a maior empresa de energia elétrica, atendendo 88% do território chinês. É a maior distribuidora em volume de energia vendida, com mais de 13% de participação no mercado nacional, atendendo cerca de 10,4 milhões de clientes em 687 municípios nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná. 

Com 4.411 MW de capacidade instalada, está entre as maiores geradoras privadas do país, com atuação em fontes hidrelétrica, solar, eólica e biomassa.  

Atua de forma relevante também no segmento de transmissão, atendendo 87 subestações, que somam potência instalada de 14,9 mil MVA e mais de 6 mil quilômetros de linhas. 

O grupo CPFL conta ainda com uma operação nacional por meio da CPFL Soluções, fornecendo soluções integradas em gestão e comercialização de energia, eficiência energética, geração distribuída, infraestrutura energética, serviços de consultoria para descarbonização e certificações de energia renovável (I-REC). 

A CPFL Energia possui ações listadas no Novo Mercado da B3. O Grupo também ocupa posição de destaque em investimento social privado, com projetos de cultura, esporte e educação, por meio do Instituto CPFL. 

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!