Portal de Indaiatuba

Sexta-feira, 19 de Julho de 2024
Rádio Jornal
Rádio Jornal

Notícias Região

Kobra abre as portas de ateliê para visitação no FAMA Museu

Após evento inaugural neste sábado (24), admiradores poderão acessar o espaço de quarta a domingo, das 11h às 17h

Kobra abre as portas de ateliê para visitação no FAMA Museu
Kobra é um dos principais nomes do movimento "Street Art" (arte urbana) NO MUNDO. Crédito: Renan Roberto
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Nova York, Paris, Rio de Janeiro, Abu Dhabi, Amsterdã, Tóquio e Borås são alguns lugares ao redor do mundo onde a arte de Eduardo Kobra pode ser admirada. Mas, a partir deste sábado (24), quem passar por Itu, no interior de São Paulo, poderá conferir de perto não só uma mas várias obras do artista brasileiro, conhecido pelos murais coloridos com traços inconfundíveis. Kobra decidiu abrir as portas de um de seus ateliês, que fica no FAMA Museu, ao público. O evento inaugural terá diferentes momentos de troca com o muralista, como um encontro fechado para cerca de 200 convidados no período da manhã, e a visita de cerca de 1,5 mil pessoas durante a tarde. As inscrições online para garantir o ingresso gratuito da inauguração foram esgotadas em apenas cinco horas. 

Já na próxima semana, o ambiente estará disponível para visitação de quarta a domingo, das 11h às 17h, conforme a agenda de funcionamento do FAMA Museu, cuja entrada custa R$ 10. O projeto para adaptação do local contou com a colaboração e consultoria de Ricardo Samelli e da Buenavista. No espaço, frequentadores poderão conferir parte do acervo de Kobra e conhecer diversos elementos que compõem a sua carreira. O público poderá, ainda, acompanhar a evolução de uma obra desenvolvida no local.

"É uma grande realização ter um ateliê aberto. E isso é muito coerente com toda a minha carreira, já que minha arte sempre esteve nos espaços públicos, ou seja, são acessíveis às pessoas de forma geral", comenta Kobra. "Trabalhar um pouco mais perto daqueles que gostam do que eu faço também é um jeito de retribuir tanto carinho que recebo."

O artista plástico também reflete sobre a sua trajetória artística. Aos 9 anos, ele começou a desenhar em seus cadernos e, aos 12, passou a pintar nas ruas do Campo Limpo, periferia de São Paulo. Hoje, com mais de 35 anos de carreira, Kobra é um dos principais nomes do movimento "Street Art" (arte urbana). Ele assina murais espalhados por mais de 40 países, em cinco continentes. 

A iniciativa de abrir um de seus espaços de trabalho partiu da vontade de tornar a arte e a cultura cada vez mais acessíveis, além de retribuir o carinho das pessoas que admiram e acompanham o seu trabalho. "Vim da periferia de São Paulo e só fui entrar em um museu pela primeira vez já adulto. E, agora, é em um museu que abro ao público um de meus ateliês".

Outras iniciativas do artista em Itu

Também em Itu, Kobra fundou o Instituto Kobra, entidade criada com objetivo de promover a transformação social por meio da arte. O complexo ocupará uma área de quatro mil metros quadrados. 

"Será o primeiro espaço do tipo no Brasil. Teremos o engajamento de diversos artistas de projeção nacional e internacional e daremos oportunidades para crianças, adolescentes e jovens", adianta. "O Instituto terá um complexo onde acontecerão oficinas, palestras, workshops, exposições e falaremos sobre história da street art," revela Kobra sobre o projeto.

Eduardo Kobra

Nascido na periferia de São Paulo em 1975, Eduardo Kobra alcançou reconhecimento global como um dos artistas mais renomados da atualidade. Sua jornada artística começou como pichador na adolescência. Ao longo dos anos, Kobra desenvolveu seu estilo marcante de muralismo, caracterizado por cores vibrantes e contrastantes, e sua habilidade em retratar personalidades, fatos históricos e questões sociais em murais gigantescos.

Com obras em cinco continentes, Kobra quebrou recordes de tamanho de murais, incluindo o maior mural grafitado do mundo. Seu trabalho ganhou visibilidade internacional, com destaque para a obra 'O Beijo' em Nova York. Além disso, ele recebeu convites de galerias, museus e organizações, incluindo a ONU, para exibir suas obras e participar de projetos de prestígio. 

Kobra também se envolve em causas sociais, usando a arte como veículo para promover mudanças positivas. Seu Instituto Kobra busca aproximar a cultura a quem tem menos acesso e apoiar causas humanitárias, enquanto suas parcerias com empresas contribuem para viabilizar seus projetos públicos de grande escala. Sua trajetória é um exemplo inspirador de como a arte pode transcender fronteiras e causar impacto positivo no mundo.

FAMA Museu

O FAMA Museu ocupa uma área de 25.000 m2 no centro histórico da cidade de Itu, interior de São Paulo, onde por muitos anos funcionou a Fábrica São Pedro. A antiga indústria têxtil transformou-se no FAMA Museu, instituição privada e sem fins lucrativos voltada para a arte, que é hoje um dos maiores museus privados da América Latina aberto ao público.

Com 8 salas expositivas e 2 mil obras de arte no acervo, que vão desde o barroco e pré-modernismo até a contemporaneidade, estão presentes nomes como: Aleijadinho, Tarsila do Amaral, Farnese de Andrade, Lorenzato, Flávio de Carvalho, Alfredo Volpi, Hélio Oiticica, Nuno Ramos, Adriana Varejão e Carmela Gross. 

O FAMA Museu vem enriquecendo suas atividades e atualmente oferece ao público programação diversificada, que reúne exposições, editais públicos, prêmios e residências artísticas, além de atividades educativas de mediação para todas as idades.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!