Portal de Indaiatuba

Quinta-feira, 18 de Julho de 2024
Rádio Jornal
Rádio Jornal

Notícias Região

AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CÂMARA ACABA NA DELEGACIA

Apoiadora de vereadora apela para assunto familiar e tumultua reunião

AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CÂMARA ACABA NA DELEGACIA
Baixaria tomou conta de reunião promovida pela vereadora Ketlen Vieira na Câmara de Elias Fausto
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Convocada pela vereadora Ketlen Vieira do PSD, aconteceu nesta terça-feira (19) uma audiência na Câmara de Vereadores de Elias Fausto para tratar do transporte coletivo entre Capivari e Indaiatuba, que passa por Elias Fausto e Cardeal. A população reclama da ineficiência do serviço prestado pela empresa concessionária a VB Transportes.

O encontro reuniu lideranças comunitárias que lutam pela melhoria no serviço da VB Transporte e num determinado momento quando uma delas, Gislaine Silva Santos, questionou a vereadora sobre as razões que levaram seu envolvimento na causa, Izabel Amanda Bertoli, apontada por Gislaine como apoiadora da vereadora, começou a agredi-la verbalmente. Izabel passou a proferir palavras de cunho ofensivo à reputação de Gisele afirmando que teria uma neta que foi estuprada e que sua casa era ponto de drogas e ela traficava no bairro de Cardeal. O clima esquentou, a vereadora tentou acalmar os ânimos mas não conseguiu, foi preciso a intervenção da GCM.

Gislaine Silva deixou a Câmara Municipal e procurou a delegacia de polícia onde registrou um boletim de ocorrência - ML2622-1/2023 - apontando a própria vereadora Ketlen Vieira e Izabela Bertoli como autoras dos crimes de calúnia, injúria e difamação. Pelas redes sociais as envolvidas trocaram provocações durante a semana. Gislaine afirmou que procurou um advogado para ajuizar queixa-crime contra a vereadora e sua apoiadora.

A finalidade da audiência pública não obteve êxito, pois a empresa VB Transporte não enviou representante e a vereadora não procurou a Artesp nem outro órgão que regula o transporte intermunicipal para discutir o assunto. Para João Pereira, que esteve na audiência e acompanhou todo o tumulto, a vereadora quis tirar proveito de um movimento que existe há algum tempo pela melhoria do transporte público, “reuniu um publico para assistir duas mulheres trocar ofensas e baixaria” concluiu.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!